quarta-feira, 15 de outubro de 2008

DIZEM QUE OS HOMENS SÃO LIMITADOS ... SÓ SABEM FAZER UMA COISA DE CADA VEZ ...


26 comentários:

O pensador disse...

Isso é o que nós queremos que as mulheres acreditem...

;-)

PAULO LONTRO disse...

Eu escovo os dentes de cima para baixo e de baixo para cima ...

Tinta Permanente disse...

O pensador tem razão...mulheres! comecem a abrir a pestana, e vão ver quem manipula quem... eh eh

Pedro Barata disse...

Afinal comprova-se que os homens conseguem fazer mais do que uma coisa ao mesmo tempo! Lol

Bjs

Djinn disse...

Ahhhhhhhhhhhh essa tá boa!!!!! Lindo!

Abobrinha disse...

Anuska

Os homens conseguem fazer mais que uma coisa de cada vez. Simplesmente não sabem fazê-la bem... ou acertar no buraco, ou ter a presença de espírito para se sentarem de modo a ser mais fácil acertar!

Tinta Permanente disse...

Abobrinha querida, estás a ser enganada. Isso é o que os homens querem que tu penses. Eles são seres super inteligentes. Quando falham, fazem-no prepositadamente para tu não lhe pedires novamente. O meu irmão faz isso.
A mim ninguém me convence que os homens são parvos. lol

L.M disse...

ADOREI!!!!
Mas a verdade é que eles não conseguem manter uma conversa normal enquanto fazem algo, ou páram e ouvem ou não ouvem e continuam a fazer o que estavam a fazer! LOOOOO

Beijos

Abobrinha disse...

Anuska

Nenhum homem me tentou enganar com essa. E acho que me meti sempre com homens inteligentes.

O pensador disse...

Tinta, Não contes mais! Peço-te!...aliás, imploro-te!...mais uma palavra e somos desmascarados!...hehehe

Abobrinha, Perdoe-me a pergunta, mas de acordo com as suas palvras, se os homens são cro-magnons, se não sabem fazer nada bem, se não sabem sequer acertar no buraco, nem ter a "presença de espirito de se sentarem na sanita de modo a acertar mais facilmente"...isso significaria que os homens são todos reconhecidamente estúpidos, certo?
Logo...se os homens são todos estúpidos, que razões a levam a "achar" que houve "homens inteligentes" a entrar na sua vida?

Não acha que possa ter havido algum engano, não digo tentado mas talvez...despropositado?
Cumprimentos

Abobrinha disse...

Pensador

Antes de mais, por favor trata-me por "tu" (a não ser que não queiras o mesmo tratamento), senão sinto-me velha. E não é uma coisa que (logo hoje) eu queira.

Eu só me meto com homens inteligentes. Também me dou com totós, mas para esses normalmente só olho (e alguns são porreiros para olhar, diga-se).

E eu não disse que eles eram todos burros. Apesar de tudo (sobretudo do meu estado de espírito actual), gosto dos homens e tenho fé neles.

Olha... hoje não estou em grande forma!

O pensador disse...

Abobrinha, obrigado pela prontidão da tua resposta.
Correspondeu de certa forma à imagem inicial que fazia de ti (E que motivou a minha pergunta..).
Se continuas a ter fé nos homens, gostaria de te dizer que, mediante aquilo que vejo hoje em dia, ainda continua a valer a pena ter fé em alguns.
Mas será preciso dar tempo ao tempo e acreditar sempre no nosso destino. A paciência continua a ser a mais sóbria das virtudes.

Mando-te votos de boa sorte para a tua vida e por fim, deixa-me apenas acrescentar, que, se é teu costume meter-te apenas com homens inteligentes, sinto-me radiante de que tenhas decidido abrir uma excepção comigo...
Até sempre!

:-)

SinemaS disse...

E as mulheres têm a mania que fazem tudo ao mesmo tempo e nunca sai nada de jeito. Nós ao menos quando nos concentramos numa coisa é para fazê-la bem.
Ahaha

Abobrinha disse...

Pensador

Eu sou muita coisa, acredita.

Quanto à fé nos homens, eu costumo dizer que eu tenho fé que aqui o estabelecimento não seja assaltado à noite... mas à cautela ligo o alarme! Por vezes ele liga por causa de algum morcego ou só porque sim, mas também já houve alarmes legítimos...

Não te creio burro de todo, mas tenho fé que sejas jeitoso ;-)

Brincadeira: homens casados para mim são como gajas!

NI disse...

Ai Pensador que já andas a fazer estragos novamente.

É óbvio que concordo com a Tinta, mas dá-me um certo prazer fazer de conta que não entendi as jogadas deles.

:-)

O pensador disse...

Abobrinha, Dissestes que os homens casados são gajas para ti, mas também fiquei sem saber a tua orientação sexual.
Se fores Bisexual, creio que esta afirmação não irá mudar muita coisa.
:-))))
(Desculpa, agora foi brincadeira minha!)

Ni, um prazer partilhado e em beneficio de todas as partes envolvidas, assim sendo?
(Estragos? Moi? Moi-moi?)
:-)

Abobrinha disse...

Pensador

De repente lembrei-me de um filme hilariante que vi no Fantasporto em que uma fulana só se excitava com homens comprometidos.

Mas eu não: os homens comprometidos para mim estão fora do cardápio. As mulheres não, mas só no sentido que sei que tenho que trabalhar mais para ter a amizade (não comeces a pensar coisas!) de uma que a de um homem. E é mais fácil quebrá-la.

O pensador disse...

Abobrinha, Sou um homem comprometido e bem casado, no entanto isso nunca se tornou um impedimento para ganhar uma grande amizade por uma mulher.(e vice versa)
Por vezes temos que saber conhecer/reconhecer as nossas limitações e aprender a supera-las...

:-)

(Ps: A amizade, seja ela com homens ou com mulheres, só é fácil de quebrar quando a mesma nunca chega a sair do seu estado gazoso...isto é, quando nunca chegou a solidificar! Não se pode confundir amizade com camaradagem...Nem Amor com Paixão ou Amizades coloridas...)

Abobrinha disse...

Pensador

My point exactly! A convivência com um homem não tem que pressupor engate! Adoro ter amigos homens e mulheres e tenho por princípio não me envolver com indivíduos comprometidos. Mas tenho amigos comprometidos e mais que comprometidos e respectivas companheiras.

Quanto à amizade em estado sólido ou gasoso... isso é muito complicado e vem na sequência do que estávamos a discutir no blogue da Djinn (e que podemos estar a discutir o dia todo sem chegar a conclusões), porque depende da honestidade da outra parte. E se é verdade que há muita gente honesta por aí, há pessoas que enganam um santo!

Só acho estranho como é que esta conversa tenha vindo a propósito de multitasking...

O pensador disse...

Abobrinha, sei que as mulheres adoram especular, divagar no mundo das suposições, dos complots e das mensagens encriptadas, mas esta conversa não tem nada de estranho.
Sei a que te referes (Nem sempre sou bobo)e talvez ela seja de facto um pouco influenciada pela analise que fiz aos comentários que colocastes no blog da Djinn, porque dás a transparecer através deles, que algo correu mal na tua vida e que guardas rancor a alguém.(Um homem suponho)
É evidente que não sei do que se trata, nem tu vais me contar,e nem sequer me cabe a mim dissertar sobre quem tem razão porque na maioria das vezes, ela nunca está com ninguém ou cada qual tem a sua.
Mas também não posso negar a experiência que adquiri ao longo dos anos, que me permite sondar o intímo das pessoas com relativa facilidade e fazer um diagnóstico geralmente muito próximo da realidade.

Mas convido-te a reler novamente todos os comentários desde o cimo da página e verás que a nossa conversa limitou-se a ser conduzida inteiramente por ti.

Uma conversa muito interesante e proveitosa, deixa-me dizê-lo desde já!
Se calhar (seria natural) mais para mim do que para ti.

De qualquer forma, um abraço.

:-)

O pensador disse...

Anuska, dei-me agora conta de que poderei estar a abusar um pouco do tempo de antena que te predispões a conceder no teu espaço pessoal.
Peço-te desculpas se já fui ou se estiver a ser indelicado contigo.

Bjs

Abobrinha disse...

Pensador

Não preciso de reler os comentários nem estou a fazer teoria da conspiração: quando começo uma conversa ela muitas vezes vai completamente para outro lado. Não fui eu que levei a conversa para lado nenhum: fomos os dois e assim está bem. O "acho estranho" devia ser substituído por "acho curioso" ou mesmo "acho natural" (porque é).

Fui muito magoada, mas não guardo rancor a ninguém: fiz o que está certo, mas o assunto não acabou como eu queria.

Eu queria perdoar, mas não posso perdoar quando não há reconhecimento do erro da outra parte. Sendo assim tenho que fazer o que mais me custa: dar uma coisa por mal encerrada.

Desculpa o desabafo (tu e a Anuska), mas está-me mesmo a custar...

O pensador disse...

Abobrinha, por mais incrivel que pareça sei exactamente o que sentes.
Mesmo que esta página esteja mal encerrada, nada te impede de virar a página.

Hoje, esta situação está a consumir-te por dentro....mas ouve o que eu te digo, daqui uns tempos, conhecerás outra pessoa na tua vida e já nem o nome deste irás conseguir lembrar.
Já vi isso acontecer milhares de vezes!
Pensámos sempre que o nosso mundo desabou, que tudo perdeu sentido, que sufocamos, que perdemos todas as forças, mas é mentira, tudo não passa de uma ilusão de óptica.
O mundo nunca cai!...continua sempre ali de pé, a espera que te levantes e prossigas a tua caminhada.

Abobrinha, nunca conseguirá perdoar os outros sem antes conseguires te perdoar a ti própria..

Abs

Anuska disse...

Pensador
Devo realmente dizer que estou seriamente a considerar fechar este post a mais comentários. Não quero com isso dizer que não aprecie as visitas que vocês fazem a este humilde cantinho mas penso que este assunto já está a extravasar um bocadinho...

A intenção deste post era meramente de brincadeira, um momento de descontracção para quem visse e talvez, como eu, dar uma boa gargalhada, até porque sou casada com um homem 5* e devo dizer que a minha cara metade é bastante “multitasked” e até achou graça ao post.

Pretendo com este blog proporcionar a mim e a quem me visita um momento de descontracção. Para stress, já me basta o dia-a-dia. Não quer isto dizer que não possa postar assuntos mais sérios ou expressar opiniões e/ou sentimentos, simplesmente sou mais reservada nessa área.

Acho que todos têm o direito a expressar as suas opiniões, mas neste caso a piada que me levou a colocar o post perdeu-se no meio disto tudo.

Todos já passámos por situações mais ou menos justas que nos magoaram mas temos de ser superiores e seguir em frente e admitir que umas vezes ganhamos outras perdemos.

Espero não ter ofendido ninguém com este reparo, mas achei que estava na hora de dizer alguma coisa até porque este é o meu cantinho e vocês podem sempre continuar a vossa “discussão” nos vossos próprios blogs.

Beijinhos
Anuska

O pensador disse...

Anuska, perfeitamente.
Agradeço-te a tua franqueza!

Este assunto está encerrado e prometo que não volto a fazer-te outra igual.

Bjs

Abobrinha disse...

Anuska

Desculpa. Não volta a acontecer.

Beijinhos